Press "Enter" to skip to content

Filho feio não tem pai

Gostou? Compartilhe!

   Após a morte do estudante Marcos Vinicius da Silva, o comando da intervenção federal está a procura dos responsáveis pela malfadada operação. Curiosamente, essa tragédia surge e está sendo veiculada de tal maneira que, em termos de exposição, vem sendo o homicídio mais comentado na cidade do Rio desde o assassinato de Marielle Franco.  Tragédia atrás de tragédia. Segundo a matéria do Jornal do Brasil, o comando tático da intervenção sentiu as críticas da opinião, como destaca a apuração da reportagem:
“O secretário de segurança, general Richard Nunes, disse ontem em reunião do Conselho de Segurança Pública que o uso de helicópteros em operações das polícias já estava no seu radar desde antes da morte do estudante Marcus Vinicius. Aos líderes comunitários e policiais que fazem parte do órgão ele informou que já está em andamento um ‘protocolo tático-operacional para nortear o emprego de helicópteros em comunidades’ até o fim de julho.”
Fonte: Jornal do Brasil.

Gostou? Compartilhe!

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *