CIRO MANDA RECADO AO CENTRÃO

Imagem: PDT
Gostou? Compartilhe!

No dia em que os partidos do chamado “centrão” demonstraram a intenção de apoiar a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB), o ex-governador Ciro Gomes (PDT) utilizou um evento com sindicalistas em Brasília para mandar um recado ao bloco, com quem vinha tentando negociar apoio a sua candidatura a presidência.

O “centrão”, formado por DEM, PP, SD, PR e PRB, sempre sinalizou insatisfação com as posições de Ciro sobre temas como reforma trabalhista e privatizações de empresas estratégicas.

Ciro Gomes declarou a uma plateia composta por membros de seis centrais sindicais no Congresso Sindical do PDT:

“Quem quiser me ajudar, seja bem-vindo. Mas saibam, quem quer que me ouça lá fora, que este governo que eu liderar servirá aos mais pobres e aos trabalhadores”.

Ciro vem sendo alvo de críticas de políticos ligados ao “centrão” por suas posições contra a reforma trabalhista, o acordo Boeing-Embraer e pela nacionalização dos campos de petróleo privatizados no governo Temer.

Em sua fala desta quinta-feira, de cerca de dez minutos, Ciro prometeu novamente que, se eleito, “cada reserva, campo de petróleo, que foi entregue a multinacionais será retomado, com a devidas indenização”.

“Não duvidem que a expressão prepotente, clandestina, que já convulsionou o Oriente Médio, não duvidem que isso vem também para cima de nós. Estou cansado de saber o que nos espera, mas Deus me poupou do sentimento do medo.”

Com informações: Valor Econômico


Gostou? Compartilhe!