Eventos que afetarão a Economia essa semana

Gostou? Compartilhe!

Muitas instituições possuem ‘peso’ no mercado,  uma atitude pode provocar reações etc. Quando juntamos política e interferências no comércio por exemplo, podemos ter uma bagunça dependendo dos objetivos de cada ‘player’ e principalmente, de cada cidadão que passivamente acaba se tornando refém de decisões unilaterais. Temos alguns assuntos que já tomarão audiência nesta segunda-feira (23 de julho de 2018) e que irão sacudir alguns preços…  E quando falamos em preços estamos também mencionando, indiretamente, relações entre pessoas e seus objetivos.

Primeiro, temos que mencionar essa guerra no ‘trade’ (comercial) entre Estados Unidos e China, juntando também a União Européia (basicamente, China e União Européia, as medidas protecionistas de Trump também afetam outras instituições). Essa ‘guerra’ é importante porque ela afetará decisões que impactam no Crescimento Econômico de cada região envolvida.

Outro momento tenso é a publicação de resultados do segundo trimestre de 2018, nos Estados Unidos, de grandes empresas dos Estados Unidos que mostrarão seus ganhos (ou perdas…). E seguindo essa ‘onda’ de demonstração de resultados, os Estados Unidos publicarão dados sobre seu crescimento econômico e a expectativa é de expansão para os meses de Abril a Junho de 2018. Para quem acompanha os mercados, sabe o impacto que causa haver  um resultado abaixo ou acima do esperado.  Faltou dizer que o  Banco Central Europeu também pode mexer na sua taxa de juros… O que também está chamando a atenção de diversos ‘observadores’.

 

Tensões com a China

China

O tão querido Presidente Trump já afirmou que pretende taxar os $500 bilhões de importação com a China  e essa guerra tem como fundamento  falhas de negociação, referentes às políticas industriais da China (de acordo com as exigências dos Estados Unidos), a participação dos Estados Unidos no mercado chinês e um déficit na balança de cerca de $375 bilhões…

Os Estados Unidos já taxam cerca de $34 bilhões em bens chineses, com expectativa de taxar mais $200 bilhões… A China cobra taxas no mesmo valor dos produtos americanos. Há ainda a ‘suspeita’ da China perseguir um viés de desvalorizar sua moeda. O Yuan desvalorizou cerca de %7,5 desde o primeiro trimestre de 2018 o que leva a suspeitar de uma política proposital de ‘enfraquecimento’ da moeda, com intuito de rebater as políticas norte-americanas de imposição de tarifas, tornando os preços dos produtos chineses mais competitivos.

 

Encontro de Trump e Juncker

Imitando Trump nas ruas…

 

O presidente da comissão européia, Jean-Claude Juncker encontrará o Presidente Trump nesta quarta-feira, para discutir relações de comércio entre Estados Unidos e União Européia. Esse encontro acontece após os Estados Unidos taxarem importação de aço e alumínio e a intenção em se extender essas medidas aos carros europeus. Já houve intenção da União Européia se abrir inteiramente aos produtos importados dos Estados Unidos, inclusive carros, em troca de um relacionamento comercial recíproco (porém com alguns limites). A proposta foi rejeitada pelos Estados Unidos.

Resultados 2T18 de Google, Facebook etc…

Wall street…

Essa semana será de demonstração de resultados para o mercado, são basicamente 170 membros do S&P500 e 11 do Dow que estarão reportando seus ganhos nesse período. As atenções estarão voltadas para o “mercado” FANG que é a sigla para designar o Facebook, Amazon, Netflix e Google (Alphabet), empresas que vivem da tecnologia de informação.

Para quem gosta de tecnologia, algumas das empresas que estarão reportando ganhos (e as respectivas bolsas onde são negociadas e seus símbolos no mercado acionário): Twitter (NYSE: TWTR), Intel (NASDAQ: INTC), Spotify (NYSE: SPOT), Advanced Micro Devices (NASDAQ: AMD), PayPal (NASDAQ: PYPL) e Qualcomm (NASDAQ: QCOM). Outras empresas importantes: Boeing (NYSE: BA), McDonald’s (NYSE: MCD), 3M (NYSE: MMM), Coca-Cola (NYSE: KO), MarterCard (NYSE: MA), Starbucks (NASDAQ: SBUX)… As demonstrações de resultados acontecerão durante a semana, portanto, por isso a atenção dada.

 

Crescimento Econômico dos Estados Unidos

“Estradas difíceis nos levam para lindos destinos”. Tradução livre…

A preocupação no momento é por quanto tempo os Estados Unidos manterão aumentos (e expectativas de aumentos) na taxa de juros,  do relatório (GDP Report, relatório acerca do ‘PIB’ americano) se espera uma expansão econômica à taxa de 4,1% no 1T18 (Abril a Junho), próximo ao dobro do resultado do 1T18 e, quem sabe, o resultado mais alto desde o 3T14.

Convém lembrar que Trump criticou as expectativas de aumento de juros, por parte do FED, dizendo que essa medida enfraquece os objetivos do governo (dele) em fortalecer a Economia. Também criticou em sua conta do Twitter a China e União Européia de estarem ‘manipulando’ o câmbio e taxas-de-juros com intuito de colocar os Estados Unidos em desvantagem.

Além da publicação do resultado do ‘PIB Americano’, as atenções também estarão voltadas para o resultado sobre bens duráveis e para o mercado imobiliário americano.

 

Banco Central Europeu

Banco Central Europeu, Alemanha.

O encontro acontecerá nesta quinta-feira (26 de Julho de 2018) e a expectativa é de que o Banco Central mantenha uma taxa de juros baixa. Em um encontro anterior, em Junho, o Banco Central Europeu declarou manter um nível de taxa de juros baixo até o início de 2019. Alguns especialistas continuam querendo que a taxa de juros suba, enquanto outros devido ás tensões comerciais protagonizadas pelos Estados Unidos, acham que a melhor estratégia é mantê-la em um nível baixo (ajudando uma desvalorização do Euro frente ao Dólar). Há rumores de que o Banco Central Europeu só aumentaria a taxa de juros no 3T19 (é quando termina o mandato do atual presidente, Mario Draghi).

As atenções também estarão voltadas para o mercado da União Européia, principalmente para os resultados de manufatura e serviços. Servirá de norte para interpretar como a economia daquela região está interagindo com a ‘guerra de tarifas internacional’ e medidas de negociação para o Brexit.

 

 

 


Gostou? Compartilhe!