PROS, UM PARTIDO FLEXÍVEL

Gostou? Compartilhe!
  • 1
    Share

Partido negocia um arco de alianças que vai do PT ao Bolsonaro.

A movimentação do Centrão entre Alckmin e Ciro não é a única que chama atenção pela ambiguidade e opção descarada pelo fisiologismo. O PROS vem adotando uma postura indubitavelmente transcendental. O partido tem firmado diálogos com Alckmin, Ciro Gomes, Marina, Meirelles, Álvaro Dias e Jair Bolsonaro.

O partido foi fundado por Eurípedes Júnior, ex-vereador de Planaltina de Goiás, que hoje é deputado federal. A sigla já abrigou Ciro Gomes, que saiu por divergências com a executiva nacional. O partido tem 11 deputados federais e adiciona às chapas treze segundos de tempo de TV. No caso de Jair Bolsonaro, caso houvesse adesão do PROS ao seu projeto, seu tempo de televisão triplicaria, chegando a vinte segundos.

O partido, no momento, está entre PT, Álvaro Dias, Marina Silva e Henrique Meirelles. O partido tem até um nome para indicar à vice-presidência, o ex-deputado federal por Pernambuco Maurício Rands, com passagens por PT e PSB.

O partido negou à Folha de São Paulo que está especulando ou loteando seus apoios na sucessão presidencial. Na semana que vem, o partido decide que rumo tomar, prazo final dado pelo TSE para que todos os partidos definam seus destinos.

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/07/pros-monta-balcao-que-vai-do-pt-a-bolsonaro.shtml

 

 


Gostou? Compartilhe!
  • 1
    Share