Press "Enter" to skip to content

CIDADÃO ARMADO ATIRA EM CIDADÃO DESARMADO EM COPACABANA

Gostou? Compartilhe!

Um desentendimento ainda não explicável, em Copacabana, acabou com um cidadão baleado.

Confirme noticiado pelo jornal Extra, em uma barraca na orla de Copacabana, Zona Sul do Rio, na tarde deste domingo, Bruno Lima, de 36 anos, teria sido baleado no pescoço próximo à Rua Bolívar. Ele foi socorrido e passou por cirurgia no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Seu estado de saúde é considerado estável.

Bruno estava com o irmão, Álvaro Lima, de 43 anos, quando foi atingido. Segundo Álvaro, a confusão começou quando um senhor passou mal próximo à barraca:

— Tenho conhecimentos em primeiro socorros e disse que precisava ajudar o senhor, que estava passando mal. Ele, então, puxou a arma e apontou para mim.

Ainda de acordo com Álvaro, foi nesse momento que Bruno entrou na discussão, dizendo que “ninguém iria atirar no irmão”. O homem que estava armado, então, efetuou um disparo, ferindo-o na altura do pescoço.

— Fiquei desesperado ao ver meu irmão caçula ferido. Era um disparo que iria para mim. É muita violência que vem do nada. A dona da barraca disse aos policiais que não conhecia o atirador. Mas ele estava exatamente com a mesma blusa que ela – explicou Álvaro, que registrou a ocorrência na 13ª DP (Ipanema).

Episódios como esse, narrado pelo jornal, acirram mais as discussões sobre a facilitação das armas no Brasil. O debate esquentou nos últimos meses quando um candidato à presidência passou a defender que todos possam andar armados sem grandes controles.

Talvez, alegam alguns, sem contar com o número de desequilibrados que se posicionam como cidadãos de bem e não são facilmente diferenciados nas ruas.

Hoje a o uso de arma é liberado no Brasil para todos que registrem o equipamento e se licenciem para portá-la. Todavia, provar ter esta capacidade, o caminho não é um procedimento simples.

Informações do ocorrido: Jornal Extra.


Gostou? Compartilhe!

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *