RISCO BOLSONAROCANDIDATO DO PSL PODE SER IMPUGNADO ANTES DE TOMAR POSSE

Luiz Fux
Gostou? Compartilhe!

Com Informações O Dia

Está nas mãos do ministro Luiz Fux o futuro de Jair Bolsonaro caso se eleja no dia 28. É o relator da ação penal 1007 de Maria do Rosário contra o presidenciável, no caso ‘você nem merece ser estuprada’. Dez anos atrás, num bate-boca no Salão Verde, a deputada do PT insinuou que ele era um estuprador. E Jair contra-atacou com a frase machista.

Caso o processo vá a plenário ainda este ano e o STF condene Bolsonaro, ele pode ser impugnado e nem tomar posse. Se o Supremo deixar para ano que vem e Bolsonaro for eleito, a ação vai para arquivo, porque há uma interpretação jurídica da Constituição de que a lei não permite que presidente seja julgado, no cargo, por atos anteriores.


Gostou? Compartilhe!