PAULO GUEDES: NÓS VAMOS SALVAR INDÚSTRIA BRASILEIRA, APESAR DOS INDUSTRIAIS BRASILEIROS

Paulo Guedes
Gostou? Compartilhe!

Com informações Monitor Digital

“Nós vamos salvar a indústria brasileira. Está havendo uma desindustrialização há mais de 30 anos. Nós vamos salvar a indústria brasileira, apesar dos industriais brasileiros”, disse o homem forte de Jair Bolsonaro para a economia, Paulo Guedes.

O economista confirmou a criação do superministério da Economia, que ficaria com as pastas da Fazenda, do Planejamento e da Indústria e Comércio. A decisão foi anunciada após reunião na casa do empresário Paulo Marinho, no Rio de Janeiro.

Resta saber como fortalecer a indústria sem demanda. Dados divulgados pelo IBGE nesta terça-feira mostram que o rendimento médio real habitual no trimestre de julho a setembro de 2018 foi de R$ 2.222, estável em relação ao ano passado, assim como a massa de rendimento real habitual (R$ 200,7 bilhões).

Paulo Guedes disse que o governo pretende simplificar e reduzir drasticamente o número de impostos e fazer uma abertura econômica. “E a razão do Ministério da Indústria e Comércio estar próximo da Economia é para justamente existir uma mesma orientação econômica em tudo isso. Não adianta a turma da Receita ir baixando os impostos devagar e a turma do Ministério da Indústria e Comércio abrir muito rápido. Isso tudo tem que ser sincronizado, com uma orientação única.”

O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), indicado para Casa Civil, confirmou que os ministérios da Agricultura e Meio Ambiente serão fundidos no novo governo. Onyx afirmou que o objetivo é reduzir de 29 ministérios para 15 ou 16.

Sobre a reforma da Previdência, Guedes acha que “do ponto de vista econômico, quanto mais rápido melhor”. Mas quanto à parte política, complementou: “O nosso Onyx, corretamente, não quer que uma vitória nas urnas se transforme em uma confusão no Congresso.”


Gostou? Compartilhe!