Convidado por Lula, Lupi aceita ir a Curitiba, mas deve cobrar a eleicão de Bolsonaro. Em 2018, Lula se recusou a receber Lupi.

Gostou? Compartilhe!

Diante da vitória de Bolsonaro, o ex-presidente Lula resolveu voltar a mexer suas peças no tabuleiro político. Além de dar diversas longas entrevistas a veículos de comunicação (com autorização judicial), essa semana, Lula convidou Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, para visitá-lo em Curitiba para uma conversa.

Não se sabe o teor do assunto. Porém nos bastidores, Lupi tem dito que irá aceitar o convite e visitar o presidente em Curitiba/PR. Lupi alega que pelos anos de convivência com o ex-presidente, acaba sendo um “dever de humanidade” a visita e prestar solidariedade para com o petista.

Todavia, pessoas próximas a Lupi tem dito que o presidente  do partido irá cobrar a eleição do Bolsonaro de Lula. Na avaliação dos trabalhistas, as ações orquestradas por uma ala radical do PT e Lula para isolar a campanha de Ciro Gomes (PDT) à presidência, foram o que permitiram a vitória de Jair Bolsonaro. Segundo os pedetistas, todos sabiam que as chances da vitória de Fernando Haddad (PT) como candidato “poste” de Lula eram mínimas, diante do sentimento de antipetismo instalado no país.

O PT e Lula são acusados de manobrar para isolar politicamente a candidatura de Ciro. Inclusive há acusações de promessas de verbas para que aliados de Ciro no nordeste abandonassem o pedetista e apoiassem Haddad. O PT chegou a retirar algumas candidaturas suas para convencer o PSB a ficar neutro e não apoiar Ciro, o que daria ao ex-ministro tempo de TV e diversas estruturas de campanha pelo país.

Lula recusou receber Lupi e Ciro em 2018

Na ocasião da prisão de Lula, tanto Lupi como Ciro se predispuseram a visitar o ex-presidente para prestar lhe solidariedade, inclusive entrando na justiça para terem esse direito. Entretanto, o próprio Lula recusou recebê-los, não os incluindo na lista de visitantes.

Para muitos, essa seria uma jogada política de Lula, esperando que o PDT desistisse da candidatura de Ciro à presidência. O que não aconteceu. O PDT lançou oficialmente a chapa de Ciro à presidente. Somente após o lançamento da candidatura de Ciro que Lula quis chamar Ciro e Lupi, para pedir que estes abandonassem a disputa e aderissem a candidatura “fake” de Fernando Haddad. Lupi explicou que após o lançamento oficial da candidatura, isto seria inviável.

Ao ser questionado sobre o assunto, Ciro tem afirmado que o que Lula queria não era uma chapa para disputar a presidencia, mas sim prepostos seus, que o representassem e o obedecessem no comando do país, o que para Ciro isso seria uma verdadeira “farsa”e uma “vergonha” para com o país.

Lupi deve aceitar o convite de Lula, mas o ex-presidente deve ouvir do trabalhista “verdades” que com certeza lhe deixarão desconfortável, tendo em vista que Lula não tem se mostrado afeito a ouvir críticas, tão pouco reconhecer erros. 


Gostou? Compartilhe!