A Ruína do Dólar – China começa a comprar do Brasil em Yuan

US dollar and Yuan banknote on USA and China flags. Its is symbol for tariff trade war crisis between United States of America and China which the biggest economic country in the world. (US dollar and Yuan banknote on USA and China flags. Its is symbo
Gostou? Compartilhe!

Acordos de commodities em yuan podem reduzir hegemonia do dólar

Em destaque no Global Times/Huanqiu, “China passa a pagar por minério de ferro em yuan” — como é denominada a unidade básica da moeda chinesa, o renminbi.

Mais especificamente, “a gigante brasileira Vale assinou contrato com a siderúrgica Yongfeng”, quando da visita de Xi Jinping ao país, e “é a primeira mineradora estrangeira a diversificar suas vendas de minério de ferro no mercado futuro com base em yuan”.

O contrato foi fechado “semanas depois que a mineradora Rio Tinto”, anglo-australiana, “assinou seu primeiro contrato comercial de minério de ferro em renminbi”. E em Xangai foram dados os primeiros passos para fazer o mesmo no petróleo futuro.

Na análise “Acordos de commodities em yuan podem reduzir hegemonia do dólar”, o jornal chinês acrescenta que, “neste momento crítico, de incerteza em tomo da guerra comercial China-EUA, mais chineses sentem a urgência de desdolarizar o comércio de commodities estratégicas como o minério de ferro”.

Em suma, deixar o “poder de precificar na mão” dos EUA “não é boa situação e precisa mudar, para assegurar a segurança nacional em recursos”.

Na manchete do FT, destacando JP Morgan e Morgan Stanley, “Arábia Saudita marginaliza bancos estrangeiros no IPO da Aramco”. Como no leilão do pré-sal, a expectativa saudita de levantar recursos no lançamento de ações da petroleira foi cortada, de US$ 100 bi para US$ 25 bi. “O rebaixamento implicará corte dramático nos honorários” dos bancos. Também como no pré-sal, “Autoridades sauditas visitara ma China nas últimas semanas, numa tentativa” de garantir investimento externo para a operação.

Com informações AEPET


Gostou? Compartilhe!