BOLSONARO CORTA 158 MIL BENEFÍCIOS DO BOLSA FAMÍLIA EM MEIO A CRISE DO CORONAVÍRUS.

Gostou? Compartilhe!

Sem mostrar nenhum apreço para com os mais pobres e necessitados o governo Bolsonaro resolveu tomar a atitude mais perversa possível contra os mais pobres e vulneráveis, em meio a todo o caos criado pela covid-19, Bolsonaro cortou mais de 158 benefícios do programa bolsa família.

O portal Uol trouxe a notícia de que Ministério da Cidadania começou ontem a pagar a folha do mês de março aos beneficiários do programa Bolsa Família, o que deveria ser uma notícia maravilhosa, virou uma verdadeira decepção, isso por que ao contrário da promessa de ampliar o programa em meio à crise social gerada pela doença covid-19, o governo federal fez um corte de 158.452 bolsas.

Como sempre o Nordeste voltou a ser a região mais afetada. Dos 158,4 mil benefícios a menos em março, 96.861 (ou 61,1% do total) foram retirados justamente da região que responde por metade dos benefícios totais do país.

Desde que assumiu a presidência do Brasil, Jair Bolsonaro tem tomado medidas contrárias a região Nordeste, como uma espécie de vingança contra a única região onde o mesmo foi derrotado em todos os estados, mais do que isso, o presidente fascista levou para o lado pessoal e tenta a qualquer forma sufocar os governos locais, todos de oposição a seu governo.

Para se ter noção da gravidade dessa atitude do governo, o número de beneficiários é o menor desde maio de 2017, ainda no governo golpista de Michel Temer, quando o Bolsa Família teve o maior corte da história do programa  543 mil bolsas foram retiradas.

Texto: Pedro Oliveira

Edição: Ana Fernandes

Informações: portal Uol

Com informações Noticiário Político Nacional


Gostou? Compartilhe!