Supremo deve rejeitar pedido para suspender inquérito de Fake News

Bots de Internet
Gostou? Compartilhe!

Edson Fachin enviou ao plenário do STF solicitação do procurador-geral.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin enviou para julgamento no plenário da Corte o pedido feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, para suspender o inquérito que apura a divulgação de notícias falsas e ameaças contra integrantes da Corte.

No despacho, Fachin pediu à presidência do tribunal preferência no julgamento. O ministro é relator uma ação da Rede Sustentabilidade, protocolada no ano passado para contestar a forma de abertura da investigação.

Ministros do Supremo ouvidos por órgãos de imprensa afirmaram, sem se identificar, que o pedido de Aras não tem chance de prosperar. Ao menos sete ministros defendem a continuidade das investigações sobre fake news e ameaças aos membros da Corte e a políticos.

Com base nas investigações desse processo foram cumpridos quarta-feira mandados de busca e apreensão contra empresários e acusados de financiar, difamar e ameaçar os integrantes do tribunal nas redes sociais. Todos são ligados ao grupo de Bolsonaro.

Com informações Monitor Digital


Gostou? Compartilhe!