ABRAHAM WEINTRAUB ATACA MINISTROS DO STF E BOLSONARO PROCURA SUBSTITUTO.

Gostou? Compartilhe!


O Ministro da educação Abraham Weintraub participou de uma manifestação favorável governo Bolsonaro neste domingo, o ministro fez questão de falar com manifestantes e reiterar agressões aos ministros do STF.

Em conversas com os manifestantes bolsonaristas, Weintraub reiterou ofensas a ministros do Supremo Tribunal Federal, os quais já havia chamado de “vagabundos” na fatídica reunião ministerial de 22 de abril. Com isso o ministro acabou dando razão para as críticas da corte contra ele.

Weintraub para que esqueceu que o julgamento do seu habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF), prossegue a partir desta segunda-feira (15).

Num dos trechos da conversa deste domingo, o ministro afirmou de novo: “Eu já falei a minha opinião, o que faria com esses vagabundos”.

De acordo com a CNN Brasil a fala dele irritou o presidente inepto Jair Bolsonaro, que estaria super irritado pelo fato de munição dada por ele para a oposição e a suprema corte.

“O STF estava sem razão de reclamar de uma fala numa reunião que o Celso de Mello expôs. Todo mundo enxergava isso. Agora o Abraham foi lá e deu razão para o STF”, avaliou à CNN esse auxiliar presidencial.

A tese de sua demissão foi reforçada pela notícia dada pela jornalista Andreia Sadi do portal de notícias G1, segundo a jornalista a ala política do governo incluindo ministros que são militares aumentaram a pressão nos bastidores para que Jair Bolsonaro demita Abraham Weintraub do Ministério da Educação.

A demissão de Weintraub é esperada para o quanto antes. Interlocutores da Corte ouvidos pela jornalista afirmaram nesta segunda-feira (15) que o ideal seria ele ser demitido até a posse de Fabio Faria, na quarta-feira (17).

Ainda segundo as fontes ouvidas por Sadi a demissão é dada como certa e leva em conta os chefes dos outros Poderes, como STF e Congresso, querem prestigiar o novo ministro das Comunicações, mas classificam como “um constrangimento” comparecerem a um ato do governo federal, para prestigiar o Executivo, enquanto Weintraub seguir no comando da Educação, com ataques aos demais Poderes.

O Jornalista Igor Gadelha da CNN informou que Bolsonaro quer um nome que agrade à militância bolsonarista. “Ele quer alguém que anime a base tanto quanto o Abraham”, disse um auxiliar palaciano à CNN.

O Brasil aguarda ansiosamente a queda de Abraham Weintraub, mas aí vem o X da questão, é possível o governo conseguir outro idiota pior que ele ? Vale ressaltar que antes de Weintraub o ministro era Ricardo Vélez um completo paspalho e fanfarrão, não se imaginava que era possível algo pior que ele, então veio esse asno tirado de um filme de terror.


Gostou? Compartilhe!