BOLSONARO DISTRIBUI 30 MILHÕES DO DINHEIRO PÚBLICO A EMISSORAS LIGADAS A PASTORES !

Gostou? Compartilhe!

Apoiado por pastores e emissoras de TV’s ligadas a esses senhores, Bolsonaro tem usado a máquina pública para comprar esse apoio, só em 2019 o presidente inepto, gastou 30 milhões de dinheiro público com essas organizações, segundo levantamento da agência pública, com base nos dados da secretaria de comunicação (SECOM).

Segundo os dados apresentados, Mais de R$ 30 milhões foram gastos em campanhas veiculadas em rádios e TVs de líderes religiosos que apoiam Jair Bolsonaro. Por meio da Secom, Bolsonaro direcionou o pagamento em ações publicitárias em pelo menos cinco veículos ligados a pastores de igrejas evangélicas, todos seus apoiadores declarados.

Para se ter noção da importância desse valor, basta entender que o montante gasto equivale a quase 10% de tudo que a secretaria desembolsou desde o início do governo Bolsonaro.

Contudo a maior beneficiário desse valor foi o grupo Record, controlada pelo bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus. De acordo com os dados da própria secretaria, o governo pagou mais de R$ 28 milhões em campanhas publicitárias veiculadas na rádio e TV da emissora e na Record News. Desse total, R$ 25,1 milhões foram pagos diretamente aos veículos para custear os anúncios publicitários. A Secom pagou também cerca de R$ 30 mil em campanhas em emissoras afiliadas à Record. A TV Pajuçara, afiliada em Alagoas, recebeu R$ 12 mil.

Outros grupos também receberam dinheiro público por conta do apoio a Bolsonaro, como a fundação Sara nossa terra que recebeu 741 mil. Outra que não foi esquecida foi a fundação evangélica trindade ligada à igreja renascer em cristo do apostolo Estevam Hernandes e sua esposa, a bispa Sônia Hernandes que recebeu 402 mil, ainda constam na lista assembleia de Deus que recebeu por meio da rede boas novas de propriedade do pastor Samuel Câmara que também embolsou 472 mil e por fim a Nossa TV de propriedade da igreja internacional da graça do pastor R. R. Soares (Romildo Ribeiro Soares) que foi quem recebeu a menor quantidade 1,5 mil.

Com informações Agência Pública


Gostou? Compartilhe!