BOLSONARO FAZ PARLAMENTARES AMERICANOS E HOLANDESES REJEITAREM ACORDOS COMERCIAIS COM BRASIL.

Gostou? Compartilhe!

 

Nunca a política externa brasileira foi tão mal vista no cenário internacional, Bolsonaro conseguiu o que parecia impossível de uma só vez fazer o com que o Comitê de Assuntos Tributários (“Ways and Means”) da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos e o parlamento holandês rejeitarem acordos comerciais que favoreceriam a balança comercial brasileira.

A agência de notícias Reuters, uma das mais importantes do mundo, informou que uma carta enviada ao representante comercial dos EUA afirma que o governo Bolsonaro vem mostrando ‘uma total desconsideração pelos direitos humanos básicos’. E por isso, o comitê da câmara dos deputados se opõe abertamente contra qualquer acordo comercial entre os EUA e o Brasil.

O Comitê de Assuntos Tributários (“Ways and Means”) da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos disse na quarta-feira (3) que se opôs ao plano do governo Trump de expandir os laços econômicos com o Brasil, dado seu histórico no que diz respeito aos direitos humanos e ao meio ambiente durante o governo de Jair Bolsonaro.

“Nós nos opomos fortemente a buscar qualquer tipo de acordo comercial com o governo Bolsonaro no Brasil. O aprimoramento do relacionamento econômico entre os EUA e o Brasil, neste momento, iria minar os esforços dos defensores dos direitos humanos, trabalhistas e ambientais brasileiros para promover o estado de direito e proteger e preservar comunidades marginalizadas”, escreveram eles.

O comitê da câmara dos deputados americanos ainda ressaltou que o governo Bolsonaro não possui credibilidade e que não estaria preparado para adotar novas normas para os direitos dos trabalhadores e proteções ao meio ambiente estabelecidos no acordo comercial EUA-México-Canadá, dado seu próprio histórico ruim em torno dos direitos humanos e de outras questões importantes.

É mais uma derrota do governo Bolsonaro no cenário internacional, ontem foi a vez do parlamento holandês rejeitar o acordo comercial entre Mercosul e União europeia, adivinhe qual o país foi apontado como principal empecilho para o fechamento do acordo? Isso mesmo, o Brasil, justamente por causa da postura mediante ao meio ambiente durante o governo de Jair Bolsonaro. Vale ressaltar que um acordo entre os dois blocos só é possível se houver unanimidade por parte do bloco europeu.

Com isso o Brasil permanece se isolando na política externa e mesmo com toda sabujice aos americanos essa é a visão que os políticos americanos tem do governo desastroso de Bolsonaro.


Gostou? Compartilhe!