Império ruindo – produção de petróleo dos EUA em Queda

Gostou? Compartilhe!

A produção de petróleo das sete bacias de shale mais produtivas dos EUA cairá para 7,632 milhões de barris por dia, disse a Energy Information Administration na segunda-feira (15) em sua última edição do Drilling Productivity Report.

A produção de petróleo está em declínio constante nos últimos dois meses, caindo de sua alta de 13,1 milhões de barris por dia em meados de março, para apenas 11,1 milhões de bpd que na semana que terminou em 5 de junho.

A novidade é que a produção por sonda deve aumentar, de uma média de 772 barris por dia em junho, para 798 barris por dia por sonda em julho. As bacias cobertas no relatório da EIA incluem as bacias Permian, Eagle Ford, Bakken, Niobrara, Anadarko, Appalachia e Haynesville.

Espera-se que todas as sete bacias caiam em julho, sendo a Eagle Ford com a queda mais acentuada em termos absolutos, com 28.000 barris diários a menos, seguidos por Anadarko e Niobrara. Em termos percentuais, a bacia de Anadarko registrará a queda mais acentuada, em 5,9%, seguida por Niobrara, com 3,9%.

A bacia mais produtiva, a Permiano, deverá ser a menos afetada em termos percentuais, prevista uma perda de 7.000 barris por dia em julho ou uma redução de 0,2% na produção de petróleo. A produção da bacia do Permiano deverá cair para 4.263 milhões de barris em julho.
As bacias de Appalachia e Haynesville devem cair em média 1.000 por dia no próximo mês.

A recuperação das cotações petróleo está vindo aos trancos e barrancos, com os preços do WTI subindo 2,23% na segunda-feira a US $ 37,07, depois de terminar semana passada em queda depois que a OPEP decidiu não estender a parte voluntária dos cortes para julho.

Com informações AEPET


Gostou? Compartilhe!