Governo do RS quer privatizar elétrica por preço de Black Friday

Gostou? Compartilhe!

 

R$ 50 mil é o preço mínimo para a privatização.

Foi publicado nesta terça-feira, no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, edital para a privatização da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) e o aviso de leilão da empresa. A informação é do site Sul21, que revela ainda que o edital, assinado pelo secretário estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur de Lemos Júnior, estabelece regras para a alienação do controle da CEEE-D, por meio da oferta de um lote único aproximado de R$ 44.996.190, bem como de ações ordinárias e preferenciais de, no mínimo, 65,92% do capital social total da CEEE-D.

Segundo o edital, o valor econômico mínimo para as propostas será de R$ 50 mil e a data da entrega das propostas está marcada para o dia 29 de janeiro de 2021, das 9h às 12h, na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão, em São Paulo. A sessão pública do leilão com a abertura das propostas ocorrerá no dia 3 de fevereiro de 2021, no mesmo local. O governador Eduardo Leite (PSDB) designou a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura como responsável pela execução e acompanhamento do processo de privatização da CEEE-D.

Segundo a matéria deputados encaminharam, em novembro, ao procurador-geral do Ministério Público de Contas, Geraldo da Camino, um documento com a denúncia de que todo o patrimônio da CEEE-D será vendido por um valor muito abaixo do que vale, e que o governador Eduardo Leite (PSDB) está abrindo a mão de impostos e investe grande montante de recursos públicos para viabilizar a transação.

Com informações Monitor Digital


Gostou? Compartilhe!