No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Gostou? Compartilhe!

Por Marcos de Oliveira

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

“Rio de Janeiro/Cidade que nos seduz/De dia falta água/De noite falta luz”. A letra da marchinha Vagalume, de Vitor Simon e Fernando Martins, pode ser adaptada para o Texas. No rico estado norte-americano, que enfrentou um inverno rigoroso sem energia, os cidadãos estão sendo chamados para economizar eletricidade para enfrentar as temperaturas extremamente altas – e o verão nem começou oficialmente. Acumule mais pratos na máquina de lavar! Ar-condicionado a 25,5º!

A falta de energia no Texas é por muitos atribuída ao aquecimento global e aos “eventos climáticos extremos”. Mas uma análise mais prática mostra que há é excesso de lucros e escassez de regulação. Para evitar seguir normas federais, o Texas é o único entre 48 estados norte-americanos não conectado aos sistemas interligados leste ou oeste (Alasca e Havaí, por motivos óbvios, também não). A desregulamentação e privatização do serviço elétrico levaram a instalações inadequadas para suprir o consumo dos texanos.

Como aqui no Brasil, a entidade responsável por regular a demanda de carga no Texas não é transparente, o que coloca o consumidor em segundo plano. No momento em que o Congresso discute a privatização da Eletrobras, os nobres deputados e senadores deveriam prestar atenção no exemplo que vem do norte.

Com informações Monitor Mercantil


Gostou? Compartilhe!