Voz isolada entre presidenciáveis, Ciro é o único a se manifestar sobre PL da privatização dos Correios

Gostou? Compartilhe!

“Nos tempos de Guedes e Bolsonaro privatização é isso: saque de bem público para gerar um monopólio privado”, criticou o pedetista

O pré-candidato à Presidência em 2022, Ciro Gomes (PDT), afirmou nesta sexta-feira (6) que a privatização dos Correios será um “crime “contra o patrimônio, a inteligência e a honra dos brasileiros”. Nesta quinta (5), a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base que autoriza a transferência da estatal à iniciativa privada.

Nas duras críticas que faz à proposta do Executivo em sua conta no Twitter, Ciro escreveu que o ministro Paulo Guedes (Economia) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estão promovendo um “saque” a um bem público a favor do “monopólico” privado.

Caro Leitor, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo.  Precisamos de sua contribuição para manter nosso jornalismo honesto e independente. Se você puder contribuir com qualquer valor que não te fará falta, nós agradecemos. A Chave PIX Agencia MBrasil é ferpadrao@gmail.com

“A cereja envenenada deste bolo é a garantia de um vergonhoso monopólio de mercado, por cinco anos (renovável por mais cinco), para o arrematador do butim”, escreveu o ex-governador cearense, único dos previdênciáveis a se manifestar até agora sobre a questão.

“Nos tempos de Guedes e Bolsonaro privatização é isso: saque de bem público para gerar um monopólio privado que vai ditar normas e preços, sem concorrência, para uma população indefesa”, acrescentou o pedetista.

Com informações Metro 1


Gostou? Compartilhe!