Glenn Greenwald critica aliança de Lula e Alckmin e enfurece Petistas

Gostou? Compartilhe!

Ataques começaram depois que o jornalista chamou o ex-governador de São Paulo de ‘golpista’.

O jornalista Glenn Greenwald, do Intercept Brasil, foi atacado por apoiadores do ex- presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) depois que ele defendeu o pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) e criticou o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, possível vice na chapa petista.

No post nas redes sociais do jornalista, Glenn ironiza a chapa de Lula e faz uma comparação entre o ex-tucano e o Ciro Gomes. “Adivinha qual é aceitável ficar ao lado e qual é proibido”, brincou.

De acordo com o jornalista, que foi responsável pela série de reportagens da “Vaza-Jato”, para os petistas é mais fácil atacar Ciro e o chamar de fascista do que descredibilizar a aliança com Alckmin, que seria um “golpista”.

Caro Leitor, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo.  Precisamos de sua contribuição para manter nosso jornalismo honesto e independente. Se você puder contribuir com qualquer valor que não te fará falta, nós agradecemos. A Chave PIX Agencia MBrasil é agenciabrasilmaior@gmail.com

A postagem no Twitter foi feita um dia após o marido de Glenn, o deputado federal David Miranda, ter publicado uma carta em que anuncia sua saída do PSOL e filiação ao PDT, onde apoiará, junto com Glenn, a candidatura de Ciro ao Planalto.

No texto, Miranda diz que o PDT é um partido de esquerda e que Ciro é a solução de projeto para que o Brasil não volte ao passado, em referência ao ex-presidente Lula, que lidera as pesquisas de intenção de voto.

Glenn também relembrou uma carta que Lula escreveu para ele quando foi atacado por Augusto Nunes durante o programa Pânico na Jovem Pan. No texto, Lula o chama de corajoso.


“Para os petistas que gostam de criticar as pessoas por apoiarem a Lava-Jato no início, permitam-me lembrar que seu próprio PT frequentemente elogiou e citou a Lava-Jato por investigar e acusar seus inimigos: antes de descobrir que Moro era corrupto”, escreveu.

Em outro post, em resposta a um internauta, o jornalista reforçou: “Alckmin apoiou o impeachment de Dilma; Ciro era contra desde o começo. Vc acredita que Alckmin é um golpista? Um golpista. Vai votar nele?”.

Com informações Estado de Minas


Gostou? Compartilhe!