Gasolina no Sudeste chega a R$ 7,497

Gostou? Compartilhe!

Rio tem a gasolina e o etanol mais caros da região; Minas, o diesel; motoristas desembolsou quase R$ 400 para pôr gasolina no feriadão.

Dados do levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), referente à primeira quinzena de abril, apontam que, no comparativo com o mês de março, a Região Sudeste registrou alta no preço do litro de todos os combustíveis. A gasolina comercializada na região aumentou 2,15% e fechou o período a R$ 7,497. Com o valor de R$ 5,629, o etanol ficou 3,40% mais caro para os motoristas. Já o diesel comum fechou a R$ 6,557 e o S-10, a R$ 6,725, com altas de 4,54% e 3,30%.

No balanço regional, o Rio de Janeiro comercializou a gasolina mais cara, a R$ 7,786, alta de 1,45%. Já São Paulo vendeu o litro do combustível pelo menor preço médio da região, a R$ 6,969, alta de 3,44%.

Caro Leitor, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Precisamos de sua contribuição para manter nosso jornalismo honesto e independente. Se você puder contribuir com qualquer valor que não te fará falta, nós agradecemos. A Chave PIX Agencia MBrasil é agenciabrasilmaior@gmail.com

Assim como no mês anterior, o mesmo cenário foi registrado para o etanol. Os postos fluminenses lideraram com o etanol mais caro do Sudeste, vendido a R$ 6,253, alta de 4,78%. Além de registrar a média mais barata entre os Estados do Sudeste, São Paulo também apresentou a menor média em todo o território nacional para o combustível (R$ 4,894), alta de 4,28%. As maiores médias para o diesel comum foram encontradas nos postos de Minas Gerais, a R$ 6,734, alta de 3,95%. Já a menor, foi comercializada em São Paulo, a R$ 6,468, alta de 4,68%. Minas Gerais também apresentou o maior preço médio para o diesel S-10 (R$ 6,914), alta de 5,51%. O tipo S-10 mais barato foi encontrado nas bombas de abastecimento do Espírito Santo, a R$ 6,644, com alta de 1,03%.

No feriado prolongado de Tiradentes o preço do litro da gasolina fechou a R$ 7,507 na média nacional, 31% mais cara que a média da primeira quinzena de abril do ano passado, período similar ao atual feriado. Já quem abasteceu com o etanol desembolsou, em média, R$ 5,971 por litro, valor 30,5% superior ao do período similar de 2021.

No recorte regional, o Sudeste tem a gasolina mais cara do país e os motoristas que abasteceram na região neste feriado pagaram, em média, R$ 7,581 pelo combustível. O etanol na região registra o valor de R$ 5,929, segunda menor média de todo o território nacional.

A gasolina mais barata foi identificada nos postos do Sul, a R$ 7,150. Já o litro do etanol nas bombas sulistas foi registrado com a média mais cara de todo o país, a R$ 6,136. O preço mais barato para o etanol foi encontrado no Centro-Oeste, a R$ 5,575. Já a gasolina na região já custa R$ 7,561 para os motoristas. Sem grandes destaques em relação às maiores e menores médias, o Norte comercializa a gasolina a R$ 7,494 e o etanol a R$ 6,050. Já o Nordeste fechou o período com a gasolina custando R$ 7,580 e o etanol R$ 5,963.

Com informações Monitor Mercantil


Gostou? Compartilhe!